segunda-feira, 4 de julho de 2011

Novas experiências

            Mudei de cidade há três meses. Morava em Pato Branco e vim a Palmas para trabalhar. Sou obreira pela graça de Deus.
            A diferença é grande. Estou acostumada a chegar e dizer a verdade ou “descer fogo”, como eu falo, porém as pessoas não estão acostumadas. Aqui as pessoas são mais acomodadas na fé. A igreja esta cheia (lá em Pato era menos), porém são poucas as pessoas que fazem à diferença.
            Eu não ando com as outras obreiras jovens, (nem todas), pois vivem metidas em fofoca. E o diabo trabalha com isso para derruba-lás. È terrível ver algo assim e não poder fazer nada (apenas orar). A única coisa que faço é ficar longe. Olhando para Jesus e permanecendo firme. Certa de que, quem olhar o homem ficará na metade do caminho.
            O que mais me deixa indignada é o fato de ter tantas pessoas sofrendo, isto, dentro e fora da igreja e tampoucos se preocupando com isso. Aqui tem umas três vezes mais de obreiros que em Pato. È certo que em Pato, um de nós tinha que valer por três... E aqui ao mesmo tempo que tem muitos, são levantados muitos, caem muitos ao mesmo tempo... Nunca tinha visto algo assim... Tanto ex-obreiro...
            Creio que fui trazida para cá para fazer a diferença. Não sou melhor nem pior do que ninguém. Mas não quero ser igual. O pastor que me levantou obreira disse “Não estou levantando você para ser mais uma obreira, estou te levantando para fazer a diferença!” E eu creio nisto. Portanto a partir de hoje vou compartilhar as minhas experiências neste lugar. A próxima experiência é: “quase cai na fé”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem muito!!!! Que Deus abençõe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...