sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Solidariedade deve ser o ano inteiro

            E a expectativa de Natal brilha no rosto de todos, é época de festar, dar presentes, recebe-los, pensar nos sonhos que almejamos que se realizem, reunir famílias, viajar, enfim, tarefas não faltam para a data, já que é tão esperada por todos.
            Mas acima de tudo, Natal é época de reflexão, de pensar no que está sendo feito em nossas vidas, afinal, nesta data tão especial há o maior marco histórico da humanidade, que é o nascimento de Jesus, um exemplo para cada um. Exemplo de quem perdoou, pois o seu amor pela humanidade foi capaz de superar todas as lutas e dificuldades que enfrentou, deixando como principal sentimento a ser cultivado o amor pelo próximo, “pois Deus amou o mundo de tal forma que deu seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça...”.
            E neste espírito natalino, diversas campanhas são realizadas, sonhos tornam-se realidade, como o caso da Campanha Natal dos Correios, que atende as crianças e traz á existência o que na maioria das vezes, não seria possível. Não há preço que pague ver á alegria e o sorriso no rosto de uma criança que recebeu o presente que sonhou o ano inteiro em pedir ao Papai Noel, e agora recebe em suas mãos. São de Campanhas como estas que o Brasil precisa, e esta necessidade é constante e permanente.
            Por outro lado, não devemos lembrar dessas crianças somente no Natal, afinal estas passam o ano inteiro esperando que alguém lhes dê um motivo para sorrir, um ano é muito tempo para que um sonho se torne realidade. A solidariedade deve ser cultivada nos corações o ano inteiro, para que nunca esqueçamos daqueles que precisam, e com muito amor, cada um possa fazer a sua parte e mudar um pouco desta realidade que infelizmente, ainda vemos em muitos lugares no Brasil.
Se cada um fizer á sua parte, certamente teremos um futuro melhor para nossas crianças, ensinando o verdadeiro sentido do amor, e cultivando em nós este sentimento tão verdadeiro, que não deve ser lembrado apenas no Natal. Solidariedade deve ser o ano inteiro.

Editorial do Jornal A Folha do Sudoeste escrito por jornalista Daiane Martins

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

As três fases de um cristão

Um dia ele passará pelo deserto,
lugar onde tudo é difícil, angústia, medo,
necessidade de algo, solidão, expectativas frustradas,
sonhos não realizados, vontade de desistir de tudo.


Um dia ele passará pelo vale,
o vale é um lugar de abandono, onde as pessoas esquecem
de você, no vale você não tem amigos, não tem parentes,
não tem conselheiros, no vale você aprende
estar a sós com Deus, ali você ora, chora, geme,
clama, busca, passa pelo estreito de DEUS, você aprende
a ser obediente, você luta como Jacó lutou até raiar a manhã.


Um dia ele estará no monte,
no monte tudo é lindo, maravilhoso,
no monte ele consegue ver por onde ele passou
e então ele glorifica o seu Deus por ter amparado
todos aqueles dias, no monte a visão é diferente,
ampla, você olha e diz…
 “Verdadeiramente Deus esteve comigo e não me desamparou”.


Onde você está, no deserto? No vale? Ou no monte?

Em qualquer dessas fases, que você estiver passando saiba que:

Deus está contigo!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Tudo é possível ao que crê!

         As soluções para os nossos problemas sempre estão mais perto do que imaginamos. Basta que paremos de olhar para o problema e olhemos para a solução.
         O diabo é persistente, porém um derrotado. Ele pode até tentar, mas se você permanecer firme, ele fugirá de vós. Nós temos a autoridade que Deus nos concedeu no nome do Senhor Jesus, não há o que temer, Cristo já venceu. A única coisa que Deus pede pra você é que você confie e manifeste a fé que existe dentro de você, já que: “sem fé é impossível agradar á Deus”.
         E não esqueça: TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRÊ! Como está a sua crença? As atitudes é que mostram!
         Deus vai honrar! Na certeza!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...