Falar de amor? Mas eu verdadeiramente amo?

Amor para muitos pode ser um beijo, um abraço, um carinho... Atração, paixão... Mas para mim vai muito, além disso... De que adianta eu amar o meu namorado, amar o meu marido, amar os meus filhos, amar os meus pais, parentes... Emprego, carro, casa... Se eu não me amar? Se eu não amar quem está ao meu lado e que as vezes eu nem vejo?
            Muitas são as pessoas que amam a tudo, menos a si mesmas. De que adianta eu amar o que está ao meu redor, se dentro de mim, verdadeiramente nunca descobri o que é amor. Nunca descobri o que é este sentimento...
            De que adianta eu me amar, se eu não amar ao próximo? Aliás, muitas vezes temos tantas coisas para fazer que nem vemos o nosso próximo. Não é mesmo?
            Pra que dizer que amo, homens, família, bens materiais, se não sou humilde a ponto de sentir o sofrimento de quem está ao meu lado? Se eu não sou humana a ponto de amar quem está ao meu lado? Se não consigo amar quem está na rua sofrendo embaixo de um sol escaldante, empurrando um carrinho de dez quilos, que a está altura do dia parece que pesa cem quilos. Como eu posso falar de amor se não sou sensível para ver o que realmente acontece do meu lado?
            Quantas são as pessoas que chegam perto de mim, cheias de problemas, angustias tristezas, mágoas e inúmeras dificuldades, e eu não percebo. Às vezes elas chegam estressadas e descontam tudo em mim... E eu retribuo... Será que eu não poderia amar esta pessoa, ao invés de criticá-la? Uma palavra pode ser de amor, ou de destruição. Dependendo do que eu disser, eu posso animar ou desanimar alguém definitivamente.
            O amor faz você olhar para quem está do teu lado de uma forma diferente, faz você ajudar uma pessoa a quem você nunca viu. E parece incrível, você fica feliz por isso, se sente realizada no final do dia... E ao refletir, estou feliz, pois não me sinto boba fazendo algo irritante e repetitivo, como é a paixão. A paixão faz você falar e fazer mil e uma coisas e se arrepender de tudo que você fez e falou depois. Incrível não é? Amor está longe disso.
O amor é o perfume de uma rosa, um canto de um passarinho, a folha de uma árvore ao cair no chão, o vento suave quando toca a pele... Olhar as estrelas em uma noite enluarada... Amor e você dizer a alguém “Eu te amo”, e esta frase não sair da boca, sair direto do coração, do fundo da alma. Amor é você ter a certeza que aquela é a pessoa certa pra você. Amor não é uma tentativa, é uma certeza.
            O amor verdadeiramente veio das mãos de Deus, e nasceu primeiramente no coração dele. Para saber o que é amor, eu preciso ser primeiramente humana, me amar a ponto de perceber que as pessoas que estão ao meu lado, diante de Deus, são iguais a mim, tem os mesmos sentimentos que eu, cometem erros iguais a mim... Mas acertam também, e é isso que importa. Amor é valorizar a mim, a Deus e aos outros da mesma forma que a mim.

Comentários

  1. Daiane!
    Parabéns pelo cantinho!
    Amei esta mesnsagem sobre o amor!
    Peço que me permita posta-la em meu cantinho, é claro que colacarei que a autoria é sua amiga!
    Obrigada pela presença em meu cantinho..estou por aqui...
    fka na graça
    Muitosssssssssss Bjusssss!!!!!!!!!!!!
    Marly

    ResponderExcluir
  2. Daiane
    eu adorei, mesmo esse cantinho do amor
    eu gostaria de sentir tudo isso que você
    escreveu, tem horas que parece que eu não existo, eu gostaria de conhecer o verdadeiro amor pois eu sou tão vazia quero e descubrir
    esse amor pelo meu esposo

    ResponderExcluir
  3. Para você sentir o verdadeiro amor pelo seu esposo, você precisa primeiro ter um encontro com Deus. Após isto este vazio que você sente será cheio do Espirito Santo e do amor de Deus.
    Procure um cenáculo do Espirito Santo mais próxima de você e vai receber esta ajuda.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentem muito!!!! Que Deus abençõe!

Postagens mais visitadas deste blog

Engana sim! Mas engana a você mesmo!

Na beira de um precipício

Negando o chamado e caminhando para os braços de satanás